DSC_3643

Cidade pra morar, ou cidade pra visitar?

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Você alguma vez conheceu uma cidade e se identificou tanto que se  imaginou vivendo nela? Eu e o Ti sempre temos essas conversas depois de passarmos por lugares que curtimos, até porque gostaríamos muito de viver um tempo fora depois que a viagem acabar.

Mas temos percebido que os lugares que mais gostamos pra fazer turismo não necessariamente são os que gostaríamos de viver, porque levamos em conta várias coisas, como transporte, comida, custo, pessoas… Então tentamos – porque é quase impossível – listar o TOP 5 das cidades que mais gostamos de conhecer durante a viagem como turistas e outro TOP 5 das que mais gostaríamos de viver.

Top 5 cidades para morar

Lisboa, Portugal

Não só pelo idioma ser igual, escolheríamos Lisboa por termos conhecido pessoas incríveis, pelo fato de a vida ser mais simples, tem acesso fácil pra praia e pra montanha e não adianta: a gente tem identificação com o povo português por uma questão histórica.

Barcelona, Espanha

Barcelona está no coração e já contamos que foi a cidade que nos encorajou a fazer o mochilão pelo mundo. A cidade é linda, as pessoas tem qualidade sem pagar tanto por isso, a vida nas praças e na rua é super ativa e há um senso de comunidade bem bacana. Além disso, o calor humano que estamos acostumados também é bem presente aqui.

1235161_10200438233549537_859105197_n

Milão, Itália

Não foi uma cidade que encantou como pelo turismo, mas gostamos da vibe das pessoa que vivem. Milão tem parques e universidades ótimos, a comida é maravilhosa, o inverno não é tão rigoroso e pareceu ser uma São Paulo mais organizada. Aqui também predomina o business, mas parece que com uma vida menos sacrificada, daria pra viver mais a cidade e até continuar estudando.

jkAkrLHOVf4oxKRCVbwmODDjBA9SgsHlmooABLV_hsY,gqkOrznMKPJUogeLrfaSVBP1uAEJ-0UX6_YpcQNgP5I

Berlim, Alemanha

Essa é a única cidade mais ao norte da Europa que viveríamos, mas pelo fato de ser totalmente cosmopolita. Cada bairro tem uma cara, o transporte é o melhor do mundo e o custo de vida não é exorbitante. Além disso, Berlim respira uma cultura underground, que nós dois curtimos, tem muito show, arte de rua e contato com gente do mundo inteiro.

DSC_2941

Koh Phangnan, Tailandia

Esse é o destino mais atípico da nossa lista, mas que escolheríamos se quiséssemos levar uma vida bem tranquila. A ilha tem o lado agitado, mas facilmente dá pra encontrar praias paradisíacas e bem tranquilas, além de uma mata linda no interior. Conhecemos muito gringo vivendo lá e a ilha tem uma estrutura bem razoável para passar um período mais longo.

20150702_101635_resized

Top 5 cidades pra visitar

Cartagena, Colombia

É uma das cidade coloniais mais apaixonastes que já vimos: colorida, cheia de música e de vida. Os moradores ficam todos papeando na porta das suas casas e convivendo na boa com a turistada, alem de ser uma delícia sentar lá pra ver a vida passar.

DSC_6036

São Francisco, EUA

Essa cidade é maluca! Tudo acontece, tem shows sensacionais, uma galera de cabeça bem aberta, é moderna sem perder a identidade própria e você acha de tudo. O único lado ruim é o preço (caríssima!!!) e o tanto de maluco, junkie e morador de rua que se vê, isso é bem triste.

DSC_9556

Budapeste, Hungria

Charme define. Tem alguns trechos que parecem meio parados no tempo por conta do período comunista, mas por outro lado uma vida intensa de cultura e música que exala por cada buraco. Isso sem falar dos castelos separados pelo Danúbio, que a noite ficam ainda mais lindos. Talvez uma das melhores surpresas da viagem!

DSC_1515

San Cristobal de Las Casas, México

Desses lugares prazerosos pra andar e fazer tudo a pé. É uma cidadezinha de colonização espanhola no alto de uma montanha, mas super importante pro povo mexicano, porque foi onde aconteceu umas das principais revoltas zapatistas. É uma fofura com o toque mexicano.

DSC_7949

Amsterdã, Holanda

Como diz o Ti, aqui parece um conto de fadas com aquelas casinhas lindas separadas por canais, misturada a cafés deliciosos e lojas super originais de roupa e artesanato. A cerveja é maravilhosa, os bondes funcionam perfeitamente e pode ser tão romântica quanto vibrante, depende do seu estado de espírito.

DSC_3435



About

28 anos, Relações Públicas e "mãe" da Mafalda. Cresceu no interior de SP, viveu 10 anos na capital. Aprendeu a dirigir, trabalhar e se virar. Mas continuou sem gostar de comer tomate com pele, ter as unhas compridas e de ficar sozinha.


Comments

'Cidade pra morar, ou cidade pra visitar?' have no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Images are for demo purposes only and are properties of their respective owners. Old Paper by ThunderThemes.net