Milão – Na capital da moda, até mendigo usa paletó!

Share
As primeiras impressões sobre o ponto de partida da nossa viagem
1.     As pessoas são elegantes em Milão. E muito.
Essa é uma das percepções mais notáveis que tive no primeiro destino da viagem. Diferente dos desfiles de moda, em que, apesar de bonitas as roupas são apenas tendências, ou dos carros-conceito que vemos no Salão do Automóvel e que só chegarão no desenho dos Jetsons, aqui a coisa muda de figura.
                                                                                                                  
O milanês usa tendência. Sem aquele machismo / provincianismo que estamos acostumados no Brasil. Ninguém tem vergonha de ser elegante. Claro que tem gente cafona – em todo lugar tem, mas em geral, todo mundo se preocupam com o visual.
 
A moda segue a estação. Se no Brasil estamos acostumados com guarda-roupas do verão e do inverno, apenas, aqui primavera e outono são bem notados. Agora, os casacos começam a sair das lojas e as pessoas quase ansiosas para vestir o outono. É como se a cidade renascesse a cada estação. 
 
2.     O novo e o antigo
O charme da cidade vai além da moda, claro – ainda mais agora no outono, quando as folhas das árvores caem com aquele tom amarelado que dá cara à estação.  
Além do clima, a arquitetura mistura perfeitamente o moderno e o antigo. Aqui é possível ver um prédio de 30 anos, próximo a uma igreja mais velha que a descoberta do Brasil sem que isso agrida demais seu senso estético.
 
Uma pena que edifícios e construções antigas estejam em constante reforma. Mas foi interessante a maneira como fizeram para garantir verba para a manutenção dessas construções em época de crise: foram atrás da iniciativa privada! Qual marca não gostaria de estar associada ao Duomo? Parabéns pra cidade. Um belo exemplo pra São Paulo de como afrouxar a lei “Cidade Limpa” e ajudar a restaurar nosso centro antigo.
 
3.     A Paixão pelo Futebol
É verdade que existem muitas diferenças entre nós e os europeus, mas a gente também encontra as similaridades.
 
Estava andando pela rua quando me deparei com uns franceses torcedores do Saint-Étienne. Naquele dia eles fariam uma partida contra a Inter de Milão pela primeira fase da Liga Europa – pra quem não conhece, é como se fosse uma Champions League “B”. Pra nós, como a Sul-Americana, uma Libertadores mais fraquinha. Mesmo assim, lá estavam os franceses, invadindo a Duomo e gritando como se fosse final da Copa! 

Essa partida, pra lá de sem-vergonha, terminou em 0x0. Mas futebol às vezes da nisso, “até aqui”… Saudades de assistir meus jogos time no estádio!
 
4.     O lado que ninguém quer ver
Nem tudo é beleza na Capital da Moda. Me afastei do Centro, mais próximo às periferias, para ver o belíssimo canal em Navigli. O canal infelizmente está seco por conta do Outono, mas deve ser lindo na primavera / verão. Voltaremos pra conferir. 
 
Resolvi dar uma volta nas proximidades pra sentir mais o pulso da periferia – e se Milão é elegante fora do centro histórico também. Nem tudo é bonito! 
 
Visitei um cortiço próximo as zonas 5 e 6. Com grafites nos muros evocando frases de efeito, inflamados de revolta (com direito a um Che com uma pistola), defendendo a invasão de imóveis antigos e abandonados nas preferias da cidade.
 
A crise passou longe da Corso Buenos Aires (famosa rua de compras em Milão), mas estacionou aqui por perto… 
 
Arrivederci!
 


About

Juntos desde moleques, somos o típico casal do interior que foi tentar a vida na cidade grande. Tentar e conseguir, do nosso ponto de vista. Foram mais de 10 anos vivendo em SP, pulando de empregos, conhecendo, cultivando e as vezes se distanciando de amizades, descobrindo bandas, shows, arrumando nossa casa e até um dog, a Mafalda - nossa última e mais querida conquista. Mas depois de tanto trabalhar e de correr atrás, a gente que não é bobo nem nada resolveu tirar um tempo pra gastar nossas energias e conhecer outras coisas. Nos consideramos um casal de sorte, afinal, decidir viajar o mundo vai muito além em uma conversa de bar. E por isso resolvemos agarrar essa oportunidade que já martelava há algum tempo na cabeça e dar forma para o Dois Pelo Mundo.


Comments

'Milão – Na capital da moda, até mendigo usa paletó!' have no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Images are for demo purposes only and are properties of their respective owners. Old Paper by ThunderThemes.net