Toscana – Dicas 

Share

Depois de conhecermos o norte da Itália e Roma, nossa próxima parada foi a famosa região da Toscana. Passamos pelas cidades de Florença (nossa base), Siena e San Gimignano, num trajeto de 5 dias.

Aqui estão todas as nossas dicas para ajudar no planejamento de quem busca conhecer esse lugar.

** Florença:

Hospedagem: Casa Nuestra BNB

Florença, assim como a maior parte das cidades na Itália, é cara. Dizem que só perde para Veneza. Por isso a solução para economizar, na maioria das vezes, é fugir do centro histórico. Ficamos então num excelente Bed & Breakfast mais afastado – embora a parte do breakfast deixasse um pouco a desejar, sempre improvisamos para enriquecer um café da manhã com alguma compra no supermercado. Mas de uma maneira geral era bem localizado (próximo de ônibus e perto de uma das estações de trem), seguro, limpo e a dona nos deu todas as dicas que podíamos precisar. Para os fãs de futebol, fica ao lado da Fiorentina! =)

Locomoção: Os ônibus são o melhor meio de transporte da cidade, que não tem metrô. Custam em média EUR 1,20, com possibilidade de comprar um ticket de 24 horas. Duas linhas de maior interesse te deixam na frente do museu Dell`Academia e na praça Michelangelo, embora dê pra fazer quase tudo à pé. Além de economizar, é muito mais bonito.

Comida: Como em qualquer lugar da Itália, dispensa comentários. Basta entrar na primeira trattoria que se sentir bem e pedir qualquer coisa. Se precisa economizar, pergunte pelo Menu Giorno, uma espécie de PF que inclui entrada, prato principal e bebida. Pizzas salvam o bolso, sempre.

Experiências:

Galleria dell’Accademia – EUR 6,50. Casa de Davi de Michelangelo, e portanto, parada obrigatória. Antes a estátua ficava à céu aberto, na Praça Michelangelo, mas por conta do desgaste causado pelo clima, uma cópia foi deixada no lugar e trouxeram a original para um espaço especial neste museu. Podcasts em italiano disponíveis para download no celular!!

Davi de Michelangelo

Davi de Michelangelo

Basílica e Chiostri Monumentali di Santa Maria Novella – EUR 5,00. Típica arquitetura renascentista, com pedras brancas e verdes, é uma das basílicas mais antigas da cidade. Referem-se a ela como um baú do tesouro, cheia de afrescos de Domenico Ghirlandaio.

Galleria degli Uffizi – EUR 6,50. A gente não foi porque estava um pouco cansado de galerias, mas está entre os “must do” na cidade. Pra quem curte mesmo arte renascentista, aqui você viaja pela história deste movimento. Pra quem não tem muito tempo, vale pesquisar pra ir direto nos maiores pontos de interesse, pois a galeria é enorme.

Piazzale Michelangelo. Vale chegar para ver o pôr-do-sol daqui! Vendedores ambulantes oferecem prosecco e comidinhas para as pessoas que querem ver esse espetáculo gratuito. Se tiver preguiça, pegue o ônibus 13.

Não deixe de visitar: Piazza della Republica e Ponte Vecchio. A primeira é o coração da Florença Medieval e guarda muitas construções de época. A segunda é uma das pontes mais icônicas da Itália, construída em 972 dc. Os Médici – família de banqueiros da região – mandaram fechar a ponte porque açougueiros costumavam jogar restos de carnes no rio lá pelo século 16. Ela sobreviveu a inundações e até aos ataques alemães, se tornando um cartão postal da Itália.

Ponte Vecchio

Ponte Vecchio

Vale a dica: 1) Mercato Centrale – Além do usual, você encontra Cashmere de boa qualidade e bem mais barato que em casa. Dentro uma ótima opção de comida e muito barata – a Trattoria do Rocco. Mas típico, impossível. 2) Se não quiser pagar por audio-guides, recomendo buscar podcasts. Existem vários e em muitos idiomas, assim você tem boa informação e de graça! 3) Tente reservar seus ingressos com antecedência, especialmente se forem no verão. O site oficial do governo é o Firenze Musei.

Cashmere barato

Cashmere barato

** Siena:

Siena foi fundada por Sénio, filho de Remo e rivalizava com Florença em todas as áreas: na arquitetura seguia o estilo gótico, enquanto Florença era renascentista, por exemplo. A rivalidade delas inclusive foi inspiração para a “Divina Comédia”, de Dante.

Em 1348, a Peste Negra devastou a população da cidade, que só se reergueu com o apoio da família Médici, mas em contrapartida teve que submeter-se ao governo Florença. Com pouco mais de 50 mil pessoas, Siena é uma viagem no tempo, romântica e impressionante.

Hospedagem: Todas as cidades da Toscana são muito próximas, por isso, cansados de carregar mochilas, decidimos fazer day trips de trem ou ônibus, mantendo base fixa em Florença.

Siena

Siena

Locomoção: Os ônibus saem da estação SITA, na Via Santa Caterina da Siena, 17 r. Custam EUR 7,80 e levam quase 1h30. Saem de hora em hora.

Comida: Comidinha rápida e barata no Te Ke Voi. É possível pedir pra viagem e comer ao lado, na Piazza del Campo,  junto a tantas outras pessoas que comem sentadas no chão mesmo, admirando a arquitetura e tomando um solzinho.

Experiências:

Duomo – EUR 4,00. Construída entre os séc 12 e 14, rivaliza com basílica de Florença. Conta com uma das mais importantes coleções de esculturas do mundo, com estátuas de filósofos e poetas italianos.

Duomo

Duomo

Complesso Museale Santa Maria della Scala – EUR 6. Não entramos, mas concentra os principais museus da cidade.

** San Gimignano:

Uma cidadezinha medieval (quase uma vila, na realidade), super romântica. Com uma arquitetura incrível e bons restaurantes, é um day trip perfeito para relaxar.

Locomoção: Saímos de ônibus da estação SITA por EUR 6,80 (1h30). Ele vai até Poggibonsi, e de lá mais um até San Gimignano.

As muralhas de San Gimignano

As muralhas de San Gimignano

Experiências:

Aqui vale a pena se perder, andar por toda a cidade. Mapas podem ser encontrados na Central de Turismo, no centro. Conhecemos as muralhas que contornam todos os lados da cidade e relaxamos em um dos parques. Mas é possível visitar uma torre com uma vista panorâmica de San Gimignano, O Museo del Vino (aberto apenas de Abril à Outubro) e o Museu Cívico. A Catedral local leva o nome da Santa Fina, nascida na cidade. Contamos um pouco dela aqui.

Mais sobre nossas experiências na Itália: 



About

O Tiago Moreira tem 34 - Nerd, ele adora punk rock, o Corinthians e a sua buldogue Mafalda. Cresceu em Tremembé, mas nasceu pro mundo. Adora lasanha e é vegetariano. Depois de 10 anos em São Paulo, decidiu arejar um pouco a cabeça e viajar!


Comments

'Toscana – Dicas ' have no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Images are for demo purposes only and are properties of their respective owners. Old Paper by ThunderThemes.net